23 de set de 2010

Scott Pilgrim Vs The World: The Original Motion Picture Soundtrack

 WE'RE SEX-BOM-OMB, ONE, TWO, THREE, FOUR!
 Olá leitores, como vão vocês? Primeiramente eu gostaria de dar os créditos desse post ao Jack, The Ripper, ele que me recomendou falar desse assunto.
 Ok, antes de começar o artigo eu vou falar uma coisa, trabalhar com Scott Pilgrim requer uma grande responsabilidade.
 Pois a maioria da mídia em quadrinhos pode se contentar em fazer um filme com uma música apenas mais ou menos e ter efeitos especiais sem muitas cores, podendo assim se concentrar nos elementos que realmente compõem a história original.
 O mesmo vale para os livros.
 Mas com Scott Pilgrim é diferente, essa é uma Hq muito colorida mesmo sem cor, e muito musical mesmo sem som, sendo assim, uma trilha sonora acima da média para um outro filme baseado em livro ou Hq é inadmissível para o filme de Scott Pilgrim.
 Então além de se preocupar em adaptar bem a história, as piadas e todo o resto, o diretor ainda tem que ter uma trilha sonora muito foda e efeitos especiais distintos e coloridos.
 O jogo acertou em cheio nisso, mas e quanto ao filme?
 Fico feliz em dizer que o filme também acertou (ao menos na trilha sonora) com louvor.
 E eu acabei de estragar todo o suspense desse artigo...
 D'oh!
 Ok, essa é a primeira vez que eu faço uma análise de um álbum, então sejam pacientes, pois eu não faço idéia de por onde começar...
 Er...
 ...
 ...
 ...
 (reticências para o post parecer mais longo ;D)
 Bem, primeiramente, todas as músicas são fodas, algumas EXTREMAMENTE fodas, outras apenas fodas, como é uma trilha sonora de um filme eu imagino que as com a menor taxa de fodosidade devem melhorar com o contexto.
 O álbum começa com Sex Bob-Omb, tocada ficcionalmente por Sex Bob-Omb, e na vida real pelo músico Beck e a sua banda.
 De cara você deve notar que a qualidade de som não é la grande coisa, mas nesse caso isso é bom, pois Sex Bob-Omb é a banda de Scott na Hq, e eles não tem dinheiro para pagar um bom equipamento, então a má qualidade faz sentido aqui.
 A música em si é ótima, rápida, contagiante, meio punk, e serve para exemplificar aonde o álbum realmente brilha na minha opinião: As músicas criadas especialmente para o filme.
 Quer dizer, Teenage Dream, Sleazy Bed Track e (especialmente) Under My Thumb são excepcionais, mas ouvir pela primeira vez "I'm so sad, so very ,very, sad" é espetacular.
 Infelizmente, esse também é o ponto fraco do álbum, que não viu o filme ou não leu a hq vai aproveitar bastante certas músicas, mas elas tem inegavelmente mais impacto para quem já está "introduzido' no universo.
 Quer dizer, são todas ótima, mas a  já mencionada I'm so sad, so very, very, sad pode parecer apenas uma piada sem graça para quem não sabe aonde ela se encaixa.
 Não que isso seja um grande problema, a maior parte do álbum é composto por músicas de outras bandas, além disso, qualquer um pode apreciar "Black Sheep", minha música favorita do CD inteiro, Ficcionalmente tocada por "Clash At The Deamonhead", Metric na vida real.
 Eu me senti "de volta" aos tempos do Pop Surrealista de David Bowie.
 "Macaco, é uma música indie rock..."
 Shut up!

 O que eu sempre gostei em trilhas sonoras de filmes é a mistura de gêneros, Temos o Trash Punk do Sex Bob-Omb, o já mencionado Pop Surrealista de Clash At the deamonhead ("mas..." cale-se!), o Classic rock dos Stones, o Indie-Pop de PlumTree, Indie rock de Broken Social Scene (cuja a música "anthems for a seventeen-year-old girl" rouba a cena na minha opinião) e até uma versão 8-bits da música Threshold.
 Para muitos essa mistura pode ser ruim, mas para mim é ótima, eu aprecio todos os estilos musicais do álbum.
 É, e tem um porrilão de indie rock, então se você não gosta vai pro caralho compre outro álbum.
 Eu? Eu amo indie rock, me senti em casa ^^!
 Em suma, Scott Pilgrim Vs The World: The Original Motion Picture Soundtrack é um álbum excelente para praticamente qualquer um com um gosto musical voltado ao rock!
 Não é nenhum Sgt. Peppers Lonwly Hearts club band, mas não passa longe.
 Todas as músicas são ótimas e você pode até se tornar fã de algumas bandas no processo.
 E considerando o quão decadente e putrefata está a música de hoje em dia, você não tem muitas outras opções de Cd's para comprar e...
 "Hey macaco..."
 O que é?
 "Sabe aquela banda que fez a música do clash at the deamonhead?"
 Sei, Metric, e daí?
 "Você gostou?"
 Sim.
 "Sabia que eles fazem uma música do filme crepúsculo!?"
 E dai?
 "Ué, você não vai fazer fuuuuuuuuuuuu ou algo do gênero?"
 Cara, eu tenho maturidade suficiente para perceber que diretores de cinema vão procurar boas músicas para botar em seus filmes, também sei que o meu gosto musical coincidir com o de uma fã de crepúsculo  não significa que eu tenho mal-gosto musical.
 Além disso, fuuuuuu é apenas uma maneira de fazer comédia fácil e idiota.
 "A...ta....té mais então..."
 ...
 ...
 Ele já foi?
 ...
 FUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!

5 comentários:

Jack, The Ripper disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Evil Monkey disse...

Valeu pelos elogios Jack, eu estava meio inseguro quanto ao post pois eu nunca havia destinado um post inteiro a uma crítica de um álbum antes.

Kaum disse...

cara..
finalmente, depois de você tanto falar, fui e comprei a primeira HQ de SP

e devo dizer...
é..ahm..legal..

não digo que é fantástica, por que é só a primeira...
preciso ler o resto ainda..

mas axei muito bom os personagens..


e quanto a trilha sonora...me deixou com vontade de ouvir...


e o filme? é ruim?

Lucas Sena disse...

Grande post Macaco. Infelizmente meu conhecimento sobre música é bastante limitado. Bom, só por algumas faixas que eu ouvi no youtube, já dá pra ver que vale mesmo a pena comprar o CD.

Jack, The Ripper disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Visualize seu IP

Sign by Danasoft - For Backgrounds and Layouts