16 de jan de 2011

Animes!

 'Arô' 'reitores', bem-vindos de 'vorta'. (Tentativa FAIL de simular o sotaque japonês)
 Ainda em 2010 eu cometi o erro de pedir que um amigo meu me recomendasse uns sites de download de animes. Foi um erro pois até agora eu assisti um terço ou menos dos animes que eu baixei. sem falar nos filmes, é claro.
 O lado positivo é que eu finalmente me tornei uma pessoa resolvida no quesito animes, agora finalmente eu sei quais são as coisas que me agradam e não me agradam em um anime, e descobri quais são os meu gêneros favoritos.
 Descontando o fato que eu vi um bando de animes bons pra caralho. Na verdade, eu vi o meu novo anime favorito.
 Eu não vou dizer qual é.
 "Eu posso supor que é Cowboy Bebop, já que a imagem dele ilustra o artigo."
 ...
 ...
 ...
 Então, continuando, nessa nova leva de animes que eu estou assistindo eu comecei pensando: "Eu vou fazer que nem nos quadrinhos: eu vou começar pelos lendários!" E foi assim que eu baixei Cowboy Bebop (que eu  não confirmo ou nego ser o meu anime favorito) mas depois de baixar Cowboy eu vi que quase todos todos os outros animes cult tem de 50 episódios para cima (hokuto no ken tem tipo uns 109, sem falar de filmes, OVAs e omakes), o que me intimidou bastante, então eu fui baixando os animes conforme eu me interessava por eles.
 Esse método está funcionado consideravelmente bem até agora.
 Mas chega de tagarelar, VAMOS AO ARTIGO!
Cowboy Bebop
 Ok, eu vou confessar, o anime que eu disse que era o meu favorito, é...Cowboy bebop.
 "¬¬..."
 Eu acho que o maior elogio que eu posso fazer à Cowboy Bebop é que esse anime é uma ode à inteligência e a cultura. Na boa, esse anime é inteligente, sofisticado, bem escrito, bem dirigido, com uma direção de arte fantástica, personagens interessantes e tridimensionais (mas nunca sendo piegas), um humor sutil e inteligente e além de tudo ele nunca ofende a sua inteligência.
 Que, by The way, é o erro de 99 a cada 100 animes.
 Mas vamos à história, o anime fala dos caçadores de recompensas Spike Speigel, um bad ass engolidor de cigarros (é sério, ele engole um cigarro aceso em um episódio, de propósito) e Jet Black o ex-policial, dono da nave e entusiasta de bonsais. Que depois se juntam com Faye fan-service Valentine, uma mulher com uma dívida de 300 milhões (O.o) que é uma mestra em trapaças, Ed (Edward Wong Hau Pepulu Tivruskii 4ª na verdade) uma garota excêntrica que é a melhor hacker do universo, e o meu favorito: Ein, o cachorro mais inteligente do mundo.
 Eu não sei bem o motivo dele ser o meu favorito, mas eu AMO quando ele está em cena.
 Juntos, na nave Bebop eles vão atrás dos maiores criminosos da galáxia, basicamente, para poder comer uma refeição decente ao menos.
 Na verdade, eu contei, e eles só conseguem a primeira recompensa deles no oitavo episódio.
 Yep, vão ser eficientes assim na...
 Uma coisa interessante é que o anime nunca te diz isso, o humor é bastante sutil e sofisticado.
 Esse anime acerta em tudo, a música (se você não gostava de jazz antes  prepare-se para gostar agora), porra, tudo, até aqueles resumos do próximo episódio são os melhores que eu já vi em um anime!
 Porra, até na única coisa em que os animadores não tem que caprichar eles capricham!
Black Lagoon
 Ok, ok, eu admito, o motivo pelo qual eu comecei a ver esse anime é pois a protagonista parece a Misato (de evangelion) de shortinho.
 Nessa imagem ela nem tá tão parecida, mas normalmente ela está.
 Mas sabe de uma coisa, que bom que eu comecei a assistir, pois agora eu amo esse anime.
 Sabe, eu sempre tive a sensação de que os animadores japoneses (inclusive os melhores) são burros, ou ao menos alheios à esse mundo. Parece que eles não sabem nada de nada que o universo que nas histórias deles o mundo funciona sob as suas regras, mesmo quando se passa no mundo real.
 Tudo é distorcido, a psicologia é distorcida, as físicas são distorcidas, o comportamento da humanidade é distorcido, etc.
 Então chega Black Lagoon e cria uma história muito mais conectada com o mundo real. (BTW, o mesmo vale para cowboy bebop, mas é bem mais sútil nele)
 Não que o anime não seja cheio de cenas de ação insanas, ele despiroca legal as vezes, mas está muito mais para um filme de Zack Snyder, com cenas intensas mas com uma história sólida, mais sólida do que a maioria dos animes tem.
 E como eu disse, mais conectada com o mundo real, eu nunca pensei que eu veria alguém falando da síndrome de estocolmo em um anime, mas aí está, Black Lagoon fala.
 E isso é apenas a ponta do iceberg, nada nesse anime é tirado do zero, tem referências à fatos históricos de sobra, o mundo é plausível e conectado.
 E se você quer começar a ver animes, mas está mais acostumado com os produtos ocidentais, Black Lagoon é a melhor opção, dá pra ver uma enorme influência americana aí.
 Ah, e se possível assista aos Omakes, curtas baseados nos animes, são hilários e tiram sarro feio com animes.
 Por exemplo, no primeiro omake o personagem principal "Rock" (falo dele mais tarde) se vê em uma roupa de colegial (roupa masculina de colegial, que fique claro) e diz algo como: "Mas eu nem usei essa roupa quando eu fui ao colegial!" Isso pois no japão os colegiais raramente se vestem como nos animes.
 Sem falar que os personagens são tudo menos rasos, eles não são obras primas da complexidade e psicologia dignos de um Alan Moore, mas eles não fazem feio, o anime tem a sua cota de personagens misteriosos, mas quando se faz necessária uma motivação todos tem uma excelente.
 Especialmente a Mafiosa Russa Balalaika (que é o nome de um instrumento de cordas russo, por acaso) e Os Gêmeos Hänsel e Gretel, que inicialmente eu pensei que estavam lá para fazer fanservice, mas depois se revelaram personagens interessantíssimos e com uma história muito perturbadora e, infelizmente, mais realista do que gostaríamos de imaginar.
 "Mas macaco, sobre o que é a história desse anime?"
 O anime conta a história de Rock (Rokuro Okajima) um executivo japonês cujo o trabalho era basicamente ser o capacho do escritório, ele tinha que sair com os seus superiores, e quando eles ficassem bêbados, aguentar os seus abusos.
 Um dia em uma viajem de negócios Rock é sequestrado por uma tripulação de piratas da costa da china que acham que podem troca-lo por um resgate.
 As coisas se complicam e Rock acaba sendo considerável como dispensável pela sua empresa, assim sendo Rock resolve  ficar com os piratas (os quais ele adquiriu certa afinidade) e lentamente vai afundando no mundo do crime.
 O "amadurecimento" de Rock é uma das coisas mais interessantes do anime, vendo como ele reage quando presencia coisas que ele nem sabia que aconteciam, vendo esse mundo o qual  ele não pertence.
 As regras e convenções no mundo do crime são completamente diferentes, em um momento em que todos resolveriam com um bom papo a solução mais óbvia é de duas pessoas se espancarem até uma delas desmaiar. (isso na verdade, acontece em um episódio)
 Esse anime quase nunca zomba da sua inteligência, as vezes te subestima um pouco, e uma ou outra coisa são meio difíceis de engolir
 Mas tudo isso é compensado pelas inúmeras qualidades do anime.
 Além disso esse anime tem uma freira de oitenta anos que usa uma desert eagle folheada à ouro, se isso não é motivo para assistir pra você, então vá achar um lugar escondido e MORRA!
Shijou saikyou no deshi kenichi
 Nome escroto da porra, levei meia hora pra escrever isso...
 Bem, continuando, com exceção da direção de arte (meio fraquinha, na minha opinião) esse anime é ótimo, ele conta a história de Kenichi: Looser profissional (até o cara mais merda da escola implica com ele).
 Ele tenta se fortalecer entrando no clube de karatê, o que faz dele o saco de pancadas do clube, e pra tirar sarro dele um dos lutadores do clube o desafia para uma luta uma na próxima semana.
 Nesse mesmo dia ele conhece uma garota chamada Miu e ela está sendo incomodada por uma gangue, Kenichi (mesmo sendo fraco pacas) resolve defende-la. Os resultados são questionáveis, mas tudo bem, já que Miu consegue oblitera-los sem nem suar.
 Então Kenichi pede para ele treinar no dojo que ela treina, ela diz que tudo bem, contanto que ele sobreviva ao treinamento.
 Então kenichi começa a treinar(com os mestres do dojo, que são uns completos loucos), e ficar mais forte, mas a cada vitória que ele consegue alguém mais forte o desafia.
 O maneiro desse anime é a mesma coisa que faz dos filmes do Jackie Chan serem fodas: o herói está sempre em desvantagem.
 Sério, até mesmo quando Jackie Chan está ganhando ele está perdendo, ele sempre está na defensiva, sempre correndo, sempre se dando mal, é isso que faz os filmes dele tão bons, e é isso que faz Shijou saikyou no deshi kenich tão bom, Kenichi passa o anime toda a beira da morte, o próximo oponente sempre parece ser um cara que vai destruí-lo e só deixar uma trilha de sangue como lembrança.
 Para qualquer nerd ou geek é fácil simpatizar com isso, é fácil se imaginar na situação de Kenichi.
 Não vai mudar a sua vida, mas Shijou saikyou no deshi kenichi é um anime que vale a pena ser assistido, tem um ótimo humor (aquelas piadas o tipo: Eu tenho que contar isso pra alguém!), lutas muito boas e personagens muito legais.
Ghost in the Shell
  Primeiramente, eu só vi o filme Ghost in the Shell, eu estou baixando o mangá enquanto eu digito.
 Cara, eu vou dizer uma coisa, a direção desse filme é muito boa, o script também, as animações ótimas, mas o que realmente me fez amar esse anime é a direção de arte.
 Poucas vezes na minha vida eu fiquei tão chocado e apaixonado por uma direção de arte quanto nesse anime, quer dizer, eu amo Scott Pilgrim, mas ele não conseguiu me causar um décimo do impacto que Ghost in the Shell causou em mim, eu fiquei perplexo enquanto eu o assistia.
 No tocante à CyberPunk, não fica nada melhor do que isso, NADA.
 Sim, nem mesmo Blade Runner.
 Grande parte desse filme é composta de montagens de música com imagens da cidade, e eu odiaria isso em qualquer outro lugar, mas é tudo tão lindo (não lindo no sentido convencional da palavra, um tipo perturbador   de lindo) que eu quero mais é olhar mesmo.
 Porém, o filme não é perfeito, o universo poderia ser mais explorado (mas eu tenho certeza que será mais bem explorado no mangá), e a história não parece tão urgente, demora à engatar e se você não prestar muita atenção é fácil se perder.
 Mas é impossível ver esse filme e pensar que ele é algo menos que uma obra prima.
 Cyberpunk no seu melhor.
O castelo animado
 THIS MOVIE IS MADE OF WIN!
 Na boa, todos falam da Viagem de Chihiro e do meu vizinho totoro, mas nunca falam dessa obra prima, de verdade, esse filme é escrotamente 'under-rated'.
 Pra um filme que alcança o sucesso em tantos níveis diferentes, é uma maravilha técnica, um titã em narrativa, tem peso e significado, é ágil, tem cenas de ação ótimas, tem uma mitologia tão rica, tem personagens tão profundos (talvez os mais profundos de um filme de Miyazaki) e é tão tocante!
 Mesmo assim ele não parece ser lembrado por ninguém, na verdade parece que ninguém assistiu, você fala sobre alguém sobre a viagem de Chihiro e todos se lembram (ao menos todos os que merecem viver), você fala de Meu vizinho totoro e várias pessoas se lembram, você fala de Ponyo e algumas pessoas se lembram, mas você fala do castelo animado e todos fazem "WUT?".
 Não tem motivo, esse filme é quase perfeito, tem aquela sensação mágica dos filmes do Miyazaki, é um daqueles filmes que se alguém der 10 é muito difícil de discordar!
 Você não tem qualquer tipo de argumento contra esse filme, se formos pela definição de perfeito no dicionário ele sem dúvida se encaixa!
 É sério, se você conseguir achar um, UM, defeito nesse filme você está forçando a barra!
 E mesmo assim 17% dos críticos no Rotten tomatoes consideraram o filme "podre" (a classificação negativa, no site).
 Na boa, se morram, eu me recuso a chamar alguém de crítico se não sabe reconhecer um filme desses como uma obra prima, o mínimo necessário para ser um bom crítico é saber reconhecer um bom filme, não, um filme brilhante. Se eles não sabem, eles não tem o direito de criticar NADA.
 Aliás, a Viagem de Chihiro é 97% "fresh" (fresco, a classificação positiva) e isso é ótimo, até que você pensa que 3% das pessoas conseguiram não gostar desse filme! COMO?????
 Ah, e vocês sabiam que  Watchmen só tem 68% fresh? e isso se você considerar todas as críticas, se você pegar as "top critics" ele tem apenas 45%.
 Acabei de perder a fé na humanidade...
 É uma boa hora para assistir o castelo animado!
 E chegamos ao fim de mais um artigo!
 Eu poderia fazer um encerramento melhor, mas eu meio  que me empolguei lá no começo e falei tudo o que eu tinha pra falar (e que eu estava planejando falar aqui no final).
 Um bom blogger reestruturaria o texto para ele não ficar curto demais no final, mas eu acho que já está bem claro que eu não sou um bom blogger, então eu vou deixar assim mesmo.
 Então até a semana que vem, quando eu vou fazer todos vocês me odiarem ainda mais....Se é que isso é possível... 

11 comentários:

Robozinho disse...

Não sei o que dizer que eu já não tenha dito, afinal eu que te passei os sites de download de animes.

Obrigado por insistir para eu ver Black Lagoon e Cowboy Bebop, gostei bastante dos dois embora tenha preferido o primeiro. Que nem você fez, eu consegui fazer você ver o Kenichi.

E eu já tinha ouvido falar do castelo animado, se não me engano é do mesmo diretor de a viagem de Chihiro e do meu vizinho totoro.

renansora disse...

bom texto
embora eu não tenha assistido NADA que você colocou ai!

mais é bom pq ai eu tenho dicas...fiquei interessado nesse Black Lagoon

acredita que eu nunca assisti a viajem de chihiro?
nem o meu vizinho totoro...

é.....eu sei.....mereço morrer

Kaum disse...

você falou de Blade runner, cyber punk...
recomendo Ergo Proxy..
um belo anime...bem interessante..meio complicado as vezes..mas é muito bom

Cowboy Bepop eu to com todos os episódios no pc mas ainda não me habilitei a assisti-los...

e o Castelo Animado é divino..
tudo bem que é o único filme dele que eu assiti..
é.. nunca assisti A viagem de Chihiro...
*foge das pedras*

Lucas Sena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucas Sena disse...

Nunca vi sequer um filme do Miyazaki...

Eu sei, eu mereço ser atacado por um dragão obeso depois dessa...

Mas me deixou curioso pra assistir Cowboy Bepob

Jack, The Ripper disse...

Amo Cowboy Bebop, embora só tenha visto o filme. De qualquer forma, o meu anime favorito é "Akira" - embora eu também tenha curtido bastante uma animação japonesa sobre dois meninos de rua, um representando a cor preta e o outro a cor branca, não recordo de seu nome neste momento.

Outros animes que eu gosto são "Death Note" e "Steamboy" - o último sendo um filme.

Falando em animes, também há muitos bons mangás por aí. "Lobo Solitário" e um outro de samurais que também me esqueci do nome são os melhores (em minha opinião).

Evil Monkey disse...

Lucas, kaum, renansora:

*Joga uma estaca afiada no chão*

O último de pé vive...

*Deixa a sala dramaticamente*

Mas agora falando sério:

Robozinho: É, valeu por acabar com o meu tempo livre, espero que você esteja orgulhoso...

renansora: Bem, black Lagoon é uma boa pedida, apesar de eu achar que Bebop é melhor. mas está começando a parecer que é mais uma questão de opinião.

Kaum: Eu conheço esse nome, ergo Proxy, vou dar uma olhada, valeu, eu adoro cyberpunk, só perde em fodosidade para o steampunk.

Ah, uma coisa, o primeiro episódio de Bebop é o mais fraquinho, depois é que começa a ficar bom de verdade, então não julgue prematuramente.

Eu tenho certeza de que quando spike engolir o cigarro você se apaixonará.

Lucas: Cara, na boa, Miyazaki owna, só dá pra entender vendo mesmo.

E vai fundo com Cowboy bebop, o conselho que eu dei pro Kaum vale pra você também.

Jack: Adoro Akira, mas eu já tinha visto a um tempo atrás, então eu não coloquei no post.

Eu também gosto do Death Note, apesar de o final ter sido meio fraco, mas os capítulos iniciais me impressionaram como poucas vezes aconteceram na minha vida.

#spoiler#

Eu discordo quando dizem que a morte do L matou o anime (no meu caso, mangá) o Near é um personagem tão interessante quanto ele (apesar de ser essencialmente o mesmo), não foi culpa dele o anime perder um pouco de vapor perto do fim.

#fim do spoiler#

Lobo solitário é espetacular! Eu baixei o mangá e amei, muito inteligente mesmo!

Anônimo disse...

Cowboy Bebop tem episódios dublados na internet? Evil Quando você faz aniversário?

Evil Monkey disse...

Anônimo: Eu não sei se tem episódios dublados na net, mas depois de ver o filme de cowboy bebop dublado no animax eu não me interessei.

A dublagem não era ruim, mas a japonesa é espetacular.

Meu aniversário é 25 de fevereiro, eu faço um post comemorativo quando chegar.

The Sandman disse...

Hey Macaco. Quantas pedras você vai jogar em mim quando eu disser que não vi nada dos animes que você listou?

Pra falar a verdade eu só vim aqui comentar pra falar que você ver Bakuman. Eu não sei se você vai curtir - mas pelo menos eu curti então há esperança!

... Eu também ia pedir sua opinião sobre os hackers que tão fudendo com a segurança do PS3, mas isso fica pra um post mais centrado em games.

Evil Monkey disse...

Na boa, eles tão merecendo os processos que estão levando, quando você hackeia um produto você fica na sua e começa a espalhar o hack devagar para dar acessos às pessoas sem causar muito alarde.

Esses idiotas hackearam o ps3 (sendo que eles nem fizeram todo o trabalho, aliás, nem metade dele) e a primeira coisa que eles fizeram foi esfregar na cara da sony.

E a sony está passando por um momento economicamente ruim, é como se eles estivessem roubando comida de um cachorro faminto, é claro que eles vão levar umas mordidas.

E ainda por cima eles tem a audácia de pedir doações para poder pagar advogados no site deles, como se eles fossem vítimas da sony.

A sony tem uma péssima experiência com hackers, desde que eles descobriram que o ps2 deixou de lucrar mais de 100% a mais por causa da pirataria, esses idiotas não perceberam isso e agora estão pagando o preço merecido, é só o que eu tenho à dizer.

Visualize seu IP

Sign by Danasoft - For Backgrounds and Layouts