24 de jun de 2010

toy story 3

 
 Eu poderia começar esse artigo fazendo mistério a cerca da qualidade desse filme, poderia deixar para vocês desenterrarem as minhas considerações sobre o mais novo lançamento da Pixar conforme vocês lêem esse artigo, mas eu não vou fazer isso. Ao invés disso eu vou falar a frase que já foi dita ao menos nove vezes- e mesmo assim nós nunca nos cansamos de dizer- a Pixar conseguiu de novo.
 Para mim o tira-teima supremo na questão de filmes de animação é o quanto de barulho vem da platéia infantil.
 Quando eu vi Toy Story 3 no último sábado (em 2d e dublado, o que não é o ideal, mas não faz feio) haviam toneladas de crianças na sala de cinema lotada e adivinhem só, isso mesmo, quase nenhum pio o filme inteiro.
 Até eu - um notório falador de salas de cinema - praticamente só abri a boca para rir, comer os meus fandangos e pedir amendoim para o meu amigo da cadeira do lado.
 Acredite em mim, você não irá querer perder nenhum precioso momento do filme conversando.
 E acreditem em mim quando eu digo, Toy Story  3 é o melhor filme até esse momento nesse ano.
 Ohhhhhhhhhhhhhhhh, Yeahhhhhhhhhhhhhhhh
toystory3_62
 É sabido que eu sou Um grande  da Pixar, mas isso não quer dizer que eu não sou capaz de ficar boquiaberto com algumas coisas que a pixar faz, sério e o pior é que eu nem posso dizer (spoiler), mas acreditem, a cena ostra o quão a Pixar acredita no amadurecimento do seu público durante o filme. Parece que é uma cena que só adultos podem compreender completamente, é uma cena que qualquer um acreditaria que só adultos entenderiam, mas não a Pixar!
 NOT THE FUCKIN PIXAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 Mas vamos falar um pouco da história.
 Muito tempo depois de Toy Story 2 Andy (o dono dos brinquedos) cresceu, cansou dos seus velhos brinquedos e está indo para a faculdade e a sua mãe pede para que ele decida o destino dos protagonistas dos filmes anteriores (entenda, os brinquedos), para o porão, para o lixo ou para a faculdade.
 Woody (o boneco cowboy, o primeiro brinquedo a se tornar o favorito e o líder por instância)  garante aos brinquedos que eles vão ficar bem, o porão não é um lugar ruim de viver para um brinquedo (só é ruim se você for o irmão gêmeo do Bart Simpson) e finalmente Woody consegue convence-los a não surtar, mas como sempre acontece de um jeito ou de outro, tudo da errado. Andy separa todos os brinquedos em um saco de lixo. Todos menos Woody, esse vai para a "caixa da faculdade". Mas na verdade eles não iam para o lixo, eles iam para o porão, ele deixa os no corredor por um minuto, sua mãe vê saco de lixo, tira óbvias conclusões e joga-os fora enquanto Woody olha aterrorizado.
 Após uma serie de complicações que eu não vou narrar (veja a merda do filme!) Woody, Buzz (o boneco espacial, o segundo brinquedo favorito e o melhor amigo de Woody) e o resto dos brinquedos acabam indo parar em uma caixa de doações de uma creche.
 E enquanto Woody insiste em voltarem os brinquedos entram na creche e descobrem que na verdade esse é o paraíso, o lugar que todo o brinquedo sonhou. Onde eles tem tudo o que precisam para serem consertados se quebrarem, muitos e muitos amigos e o mais importante, nunca haverá ausência de crianças para brincar com eles.
 Bem, parece ser o paraíso (é, itálico significa um mal sinal).
 Logo após Woody ir embora buzz e os outros brinquedos são transferidos para a sala das crianças pequenas.
 Aí o inferno começa.
 Como todos sabem além das crianças serem péssimas em video games elas também são muito delicadas com os seus brinquedos.
 NOT!
 Em poucos minutos Buzz, Sr. e Sra. Cabeça de Batata, Rex, Jessie, slinky, porquinho (tradutores, Por que picas vocês deram esse enfadonho nome!?) e Bala no Alvo são arremessados, chutados, chupados, enfiados no nariz e na boca, martelados, pintados, arremessados de novo, mordidos, cuspidos, desmontados, lambidos, espirrados arremessados (mais uma vez para dar sorte) usados de martelo, usados de pincel, torcidos, chacoalhados e certamente muito babados e sujos de bactérias.
 E não pense que o diretor deu alguma amenizada, nããããããããããããão, longe disso, a câmera sacode, gira treme, a música e desesperadora e nunca crianças de dois anos pareceram mais ameaçadoras.
 Logo nossos heróis irão descobrir que é tudo uma armação dos outros brinquedos da creche, liderados pelo urso de pelúcia Lotso, que faz com que todos os brinquedos recém chegados tenham que enfrentar as temidas crianças pequenas.
 E agora, será que Woody voltará para salvar os seus amigos?
 O que acontecerá com andy?
 Será que esse maldito blog voltará a ter um quarto da popularidade que ele costumava ter?

 Bem o diretor desse filme é Lee Unkrich, que esteve na pixar o tempo todo, desde o primeiro Toy Story (editor) e co-dirigindo Toy Story 2, Monstros S.A. e Procurando Nemo. Quando eu soube que Lasseter não iria dirigir o terceiro Toy Story eu não fiquei muito feliz. Até quando eu descobri que Lee iria dirigir eu fiquei meio descrede. Mas hoje não resta dúvida, a Pixar só conta com diretores bons, aliás, todos os funcionários da pixar são bons. TODOS!!!!!!
 SIM, ATÉ O LIXEIRO!!!!!!!!!
 SIM, ATÉ O ESTAGIÁRIO!!!!!!!!!!!!!
 Sendo assim ao invés de ressaltar os pontos fortes (processo que envolveria falar de cada frame desse filme) eu vou ressaltar os erros.
 Deixe-me ver...
 Ora bolas, não há nenhum!
 Que grande surpresa!
 É sério, Toy Story 3 é virtualmente sem erros!
 E não se limita a isso, te faz sentir alegria, tristeza, raiva, nostalgia, felicidade, graça e praticamente todas as emoções não-eróticas possíveis, "montanha russa emocional" é o termo perfeito. E eu nem comecei a falar dos primores técnicos, como a animação, fotografia, som, trilha sonora, a dublagem (a americana deve ser melhor que a nacional) e o efeito em 3d, ok, eu não posso comprovar, eu vi em 2d, mas a Pixar acertou em todo o resto e iria errar justo agora?! E mesmo que o 3d fosse pior que o de fúria de titãs ainda sim o filme seria quase perfeito(quando eu vir em 3d eu vou alterar essa parte de acordo com o que eu achei do famigerado efeito).
  Toy Story 3 superou ambos os seus antecessores e entrou para o muito privilegiado hall dos filmes irretocávies, assim como entrou para a lista de melhores filmes da pixar, assim como entrou para a lista de melhores animações de todos os tempos (um dia eu ainda faço).
 Toy Story não só mostra a verdadeira capacidade da pixar como também mostra que o seu futuro está em boas mãos.
 Em suma, e você gosta da pixar, vá ver Toy Story 3.
 Se você gosta de animações Toy Story 3.
 Se você gosta de se emocionar vá ver Toy Story 3.
 E se você não gosta de nada disso, bem, Toy Story 3 é um ótimo lugar para começar!
 E quem conseguir achar o Totoro ganha um prêmio!

11 comentários:

Domino disse...

O filme é excelente e eu vi ele normal, meu filho não suporta os oculos do 3D. As cenas são fantásticas, a história é fenomenal e o Andy nos deixa uma mensagem preciosa. Meu filho sentiu vergonha ao se lembrar que destroi os brinquedos. Otima postagem.
Até!

Avalanche(Lance) disse...

Macacoooo....

E não só vi o Totoro no cinema, quando disse:

"olha o Totoro!"...ta tinha um palavrão antes dessa frase,mas pior é que o Totoro se movimenta e sorri igual no filme dele.

No mais....a expressão dos bonecos com seu fim foi foda...sem falar que o filme é cheio de reviravoltas na trama O.o


Hh falando na animação...foi ótimoq ue ela melhora, mas o visual e o desing é o mesmo desde o um.

evil monkey disse...

@Domino: Eu me senti praticamente um nazista, principalmente porque eu usava o cortador de unha do meu cachorro para mutilar os meus brinquedos.

@lance: E o melhor, mesmo com toda essa evolução tecnológica Toy Story não perdeu a sua identidade.

Alexandre A. disse...

E não só vi o Totoro no cinema, quando disse: "olha o Totoro!"[2]

FUCKING TOTORO!!!

Só o fato de o mascote da Ghibli estar presente no filme já é motivo suficiente pra assistí-lo.

E sério, eu adorei a dublagem brasileira, tirando as vozes da Barbie e do Andy que não ficaram lá muito boas (mas estavam passáveis mesmo assim), e o Slinky que teve o dublador mudado (o que também ocorreu na versão americana), a Delart conseguiu fazer um trabalho muito bom como (quase)sempre.

E quando será que a Square Enix algum dia vai dar ouvidos aos seus fãs e irá botar o mundo de Toy Story em Kingdom Hearts? Sério já encheu ter ver a cara do hércules e do jack skellington em todo jogo da série, eu quero ver woody e cia. dessa vez, PORRA!

evil monkey disse...

yeh man, tu tá certo!
Kingdom hearts precisa botar a pixar no 3 (se um dia sair né?).

Se tiver eu compro o jogo nem que as notas sejam zero!

Vagabundo da Lei disse...

Caraca, puta artigo foda véi.

Q bom q o blog voltou a ser atualizado, q assim mantenha ;D

Ds Lite disse...

O filme é muito bom,o macaco realmente fez um post foda e só penso em "sebo nas canelas, bala-no-alvo!".

Johnny C disse...

ca-ra-lho. é o que eu tenho a dizer. adivinha quem me mandou o link do teu blog pra ler? você tem uma tentativa e duas letras pra acertar =p

mas ow, sério, show de bola. se não fosse a minha ULTRA falta de vontade de ler blogs (tanto que nem tenho mais links de blogs favoritos no meu), eu com certeza ficaria de olho por aqui =p mas oh, posso dar uma recomendação? revise umas duas vezes o texto todo pra pegar os errinhos ;) mas achei massa você colocar na barra lateral o "me corrijam! ajudem a manter a qualidade do blog!" mandou bem! =D

se algum dia vc quiser fazer um(uns?) artigo lá pro meu blog, tá mais do que convidado!

ah, talvez semana que vem eu vá ao Rio pra fazer um curso, ai dou um pulo ai pra te dar um oi! abraços cara!

evil monkey disse...

Wow, my blog is getting famous!

Seria uma honra postar no seu blog, já estava na hora de me promover^^.

E não se preocupe quanto quanto ao revisor, ele já foi demitido.

Marta disse...

Ei, adorei seu artigo, mesmo! Vi o filme ontem e ainda estou maravilhada! Eu acho que vi uma inconsistência (e só vou mencioná-la pq parece que vc é bem detalhista, embora essa inconsistência tenha enriquecido o filme...). O sapatinho da Bonnie qdo está na mesa na 1a. cena é verde, daí a câmera a pega em outro ângulo e ele fica rosa, e numa cena dela andando depois (mas no mesmo dia), ele ficou roxo. Eu acho que sapatos não mudam de cor, mas isso colaborou para enriquecer a cena em cores e tal. Só que, já que notei,achei que vc gostaria de saber, apenas como uma curiosidade. EU AMO A PIXAR E TUDO O QUE DIZ RESPEITO A ELES e afinal de ocntas,SÓ PODIA TER BRASILEIROS LÁ! ;) hehehehe Beijos, continue atualizando o blog! :)

Caio Kapps disse...

vc nem deve olhar mais esse artigo, mas eu notei uma falta no filme, aquela menina das cabras q eu esqueci o nome, aquela q gostava do Woody... pq ela ficou fora?

Visualize seu IP

Sign by Danasoft - For Backgrounds and Layouts